Refrigerants, Naturally! for LIFE: Remover barreiras para soluções de refrigeração mais sustentáveis em pequenos negócios de retalho alimentar europeus

A Agrobio é parceira num novo projeto intitulado “Refrigerants, Naturally! for LIFE” que apoia a adoção de alternativas de refrigeração mais sustentáveis entre os consumidores de serviços ou equipamentos de refrigeração, ar condicionado e bombas de calor, que iniciou em junho de 2019. Este projeto é financiado pelo programa EU-LIFE.

O projeto é particularmente dirigido a retalhistas do setor alimentar biológico. Muitos destes são retalhistas independentes das grandes cadeias de supermercados mas têm um forte potencial para crescer em ambientes urbanos.

O segundo grupo alvo é o do setor das empresas que providenciam serviços e equipamentos de refrigeração, ar condicionado e bombas de calor. Enquanto várias cadeias de supermercados na Europa têm vindo a instalar sistemas de arrefecimento sustentáveis ao longo dos últimos anos de forma a ir de encontro aos requisitos legislativos futuros, ainda não é uma prioridade na maioria das lojas mais pequenas.

O projeto prioritiza o desenvolvimento de capacidades e eleva a consciência entre os gerentes de lojas mais pequenas e os serviços de refrigeração, ar condicionado e bombas de calor, através da disseminação de informação e Formação necessários para acelerar a mudança para sistemas de arrefecimento mais sustentáveis.

Os principais objetivos do projeto são:

  • Aumento da consciencialização entre os consumidores e a cadeia de distribuição para os sistemas de arrefecimento mais sustentáveis e fluídos de refrigeração naturais.
  • Aumento de formação e certificação dos sistemas alternativos.
  • Acelerar a mudança para tecnologias mais sustentáveis e desenvolver especificações técnicas para o uso de tecnologias não fluoradas, usando refrigerantes naturais.
  • Apoiar a realização eficaz e atempada dos objetivos climáticos da UE para 2030 (para pequenos supermercados até 1,000m²)​

A alteração dos métodos de refrigeração é um fator importante no esforço mundial contra as mudanças climáticas. 1 a 2% dos gases de efeito de estufa globais provêm do retalho alimentar. As lojas que vendem produtos alimentares têm um gasto de energia 50% superior a outros edifícios comerciais, uma vez que a refrigeração compõem até 30 a 50% da energia total numa loja. Deste modo, é um grande responsável pelo impacto ambiental geral do retalho alimentar.

O consórcio do projeto é constituído por 8 parceiros de toda a Europa, reunindo associações de retalho biológico, especialistas e técnicos do setor da refrigeração e do desenvolviemnto de Mercado: HEAT (líder do projeto, Alemanha), shecco (Bélgica), Agrobio – Associação Portuguesa de Agricultura Biológica (Portugal), BNN – Bundesverband Naturkost Naturwaren (Alemanha), SEAE – Sociedad Española de Agricultura Ecológica/Agroecología (Espanha), BIV – Bundesinnungsverband des Deutschen Kälteanlagenbauerhandwerks (Alemanha), KNVvK – Koninklijke Nederlandse Vereniging voor Koude (Holanda) and STEK – Stichting Emissiepreventie Koudetechniek (Holanda).

As atividades do projeto começaram em junho de 2019 com um workshop de lançamento na Alemanha e irão continuar até ao final de 2021. Numa primeira fase será feito um estudo de Mercado que irá dar uma visão geral da situação atual e futura bem como as necessidades dos consumidores de serviços ou equipamentos de refrigeração, ar condicionado e bombas de calor no retalho biológico / setor de pequeno retalho. O segundo passo consistirá no desenvolvimento de um modelo Europeu de tecnologias de refrigeração, ar condicionado e bombas de calor e as emissões relacionadas.

Se estiver interessado em saber mais informações acerca deste projeto, por favor visite a página: www.refrigerantsnaturally.com

 

 

O projeto Ref, Nat! for LIFE é financiado pelo Programa LIFE da União Europeia.

No próximo dia 12 de setembro, a Bioprodutores irá fazer o seu lançamento oficial no auditório do Museu de Penafiel, às 14h30.

A Bioprodutores é um grupo de agricultores com objetivos comuns que produzem ou pretendem produzir alimentos, frutas e vegetais, em modo biológico, certificados. Se é produtor agrícola produzindo já em modo biológico, já certificado, ou em processo de certificação ou se quer converter a exploração para modo biológico participe neste evento.

O evento será gratuito mas está sujeito a inscrição.

Para mais informações consulte o site da Bioprodutores.

É já no próximo domingo, dia 28 de julho que o Município de Figueiró dos Vinhos e a Casa de Valverde promovem o Dia da Agricultura Biológica e da Conservação da Natureza. O evento irá decorrer das 10h00 às 17h00, na Avenida Padre Diogo Vasconcelos, Ramal, e irá contar com um Mercado Biológico e duas Palestras. A Agrobio irá participar com uma palestra sob o tema “Agricultura Biológica para um Território com Futuro”.

Palestra I – 11h00

Jaime Ferreira (AGROBIO) “Agricultura Biológica para um Território com Futuro”

Palestra II – 14h00

João Castella (ABIOP) “A Biodinâmica – uma resposta adaptada à mudança da consciência ecológica e dos tempos modernos”

Para mais informações consulte o cartaz oficial do evento.

A Agrobio irá participar em mais uma edição do evento “A Rua é Sua”, no próximo domingo, dia 28 de julho, na Avenida da Liberdade. Este evento é promovido pela Câmara Municipal de Lisboa com o objetivo de proporcionar mais espaço para os cidadãos circularem a pé ou de bicicleta. Como tal, a Avenida da Liberdade estará encerrada à circulação automóvel entre a Rua Alexandre Herculano e os Restauradores, das 11h00 às 19h00.

A iniciativa realiza-se uma vez por mês até final do ano, na Av. da Liberdade ou no Eixo Central, com atividades lúdicas destinadas às famílias, experimentação de veículos, streetfood, mercado bio, feira de artesanato, animação de rua, insufláveis, concertos, jogos tradicionais, entre outras atividades surpresa.

Este domingo poderá contar  com:

  • Aula de Aeróbica às 11h30
  • Aula de Yoga às 16h00
  • Aula de Zumba às 17h30
  • Oficinas Criativas às 11h30 | 15h00
  • Yoga para crianças às 11h00 | 16h00

Consulte mais informações aqui.

Traga a sua família e venha viver a Rua!

Pelo 12º ano consecutivo, realiza-se em 2019/2021 o curso de Mestrado em Agricultura Biológica (MAB), da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESA/IPVC), destinado a titulares do grau de licenciatura preferencialmente nas áreas de Agronomia, Zootecnia, Alimentação, Ambiente, Biologia, ou em outras áreas, e que pretendem formação complementar, atualização de conhecimentos e inserção ou reconversão profissional.

Este curso projeta o futuro: com base numa série histórica do crescimento do consumo português de alimentos biológicos e naquilo que tem sido a evolução deste segmento, quer no contexto mundial, quer europeu, estima-se que em Portugal o consumo destes produtos duplique até 2027, passando dos atuais 5 para 10 euros per capita/ano (Rui Rosa Dias, IPAM, Vida Rural, Fev 2019).

Para mais informações consulte o folheto informativo ou a página do mestrado.

O curso MAB da ESA/IPVC, acreditado pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES), permite uma ampla formação superior em Agricultura Biológica, que tem proporcionado o desenvolvimento da atividade de produção e comercialização de produtos biológicos no nosso País, para além de formação nas áreas da certificação, consultadoria, inovação e gestão.

É disto exemplo, o surgimento de novas empresas e a evolução de empresas do sector, por parte de muitos alunos que frequentaram e frequentam o curso.

A investigação tem sido desenvolvida através das teses/dissertações de mestrado e de projetos nacionais e internacionais, cuja dinâmica nos liga a diversas instituições e entidades, tendo sido a ESA/IPVC reconhecida como membro do TIPI – Technology Innovation Platform of IFOAM.

Neste curso existe ainda a possibilidade de inscrição em Unidades Curriculares.

O curso funciona em horário pós-laboral: Semanalmente à sexta-feira, das 9h às 18h, e ao sábado, das 9h às 17h.

As candidaturas decorrem de 1 a 31 de Agosto 2019 (2ª fase) – http://www.ipvc.pt/candidaturas-mestrados-on-line-2019-20

O FISAS – Fórum Internacional Territórios Relevantes para Sistemas Alimentares Sustentáveis, que decorre entre 17 e 21 de julho de 2019, em Portugal, no concelho de Idanha-a-Nova, surge como resposta política capaz de articular de forma coerente, diversos atores e respetivos conhecimentos, e iniciativas em curso, visando a promoção de sistemas alimentares sustentáveis.

O Fórum constitui-se como um espaço plural que abriga um conjunto de intercâmbios de conhecimentos a partir das quais se pretende obter recomendações políticas e novos conhecimentos para a construção e implementação de iniciativas relacionadas com a promoção de sistemas alimentares sustentáveis no quadro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da Década da Agricultura Familiar e da Estratégia de Segurança Alimentar e Nutricional da CPLP.

Consulte o programa aqui

Mais informações

A 1.ª fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior começa já no próximo dia 17 deste mês e a Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Coimbra (ESAC-IPC) é a única instituição de ensino superior em Portugal a lecionar uma licenciatura em Agricultura Biológica. Ainda nesta área, a Agrária de Coimbra oferece um Mestrado na mesma área e um Curso Técnico Superior Profissional (CTeSP) em Produção Agrícola Biológica.

Para os estudantes que vêm na agricultura biológica o seu futuro, a ESAC apresenta-se como uma excelente opção. Na Escola, a forte vertente prática que caracteriza o ensino superior politécnico é uma realidade, proporcionada pela existência de uma área certificada em agricultura biológica de 12,3 hectares, na qual os alunos podem aplicar no terreno o que vão aprendendo nas aulas teóricas. Este espaço, que compreende parcelas de horticultura, fruticultura, culturas arvenses, forragens e ainda plantas aromáticas e medicinais, encontra-se, aliás, em expansão.

Com efeito, a ESAC está a dar início também à produção animal biológica, nomeadamente de galinhas poedeiras e coelhos, sendo que, neste contexto, estão a ser desenvolvidos, em parceria com a AGROBIO, com a BIOPROTEC e com um conjunto de produtores certificados da Zona Centro e Algarve, dois projetos de investigação: “CoelhosBio – Produção de Coelhos Biológicos” e “Gmóvel – Controlo de infestantes com galinhas na linha de vinha, pomares e entrelinhas das culturas hortícolas e produção de ovos e carne”.

São ainda muitos outros os projetos em curso na Escola, podendo mencionar-se, a título de exemplo, o projeto “EspumaBio”, que se trata da produção de Espumante Biológico e o projeto “LiveSeed”, dedicado à preservação de sementes em agricultura biológica, sendo que, precisamente neste domínio, a Agrária de Coimbra é a única escola no país que permite a formação dos seus alunos em técnicas de seleção e melhoramento de milho, com particular adaptação à agricultura biológica.

Como prova da importância e do contributo que a Agrária de Coimbra tem assumido nesta temática, pode igualmente referir-se a sua colaboração na definição da Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica (ENAB) e a sua participação no Observatório Nacional para a Agricultura Biológica.

No âmbito da II edição da Aldeia Bio, irá decorrer a Feira do Biológico e da Natureza, entre os dias 19 a 21 de Julho no Parque Desportivo e Cultural da Cobertinha em Vila Maior, concelho de São Pedro do Sul.

O programa completo da Aldeia Bio pode ser consultado aqui.

A Junta de Freguesia de Vila Maior promove ainda o Seminário “Agricultura Biológica: “Um modo de Produção Saudável e Ecológico” a realizar no dia 19 de Julho, sexta-feira a partir das 14h30, no Centro Social de Vila Maior.

Inscreva-se no seminário aqui.

Idanha-a-Nova irá receber a XXIII Feira Raiana de 17 a 21 de julho. Nesta edição, a temática “Produtos da Terra” faz uma ligação com a Bio-Região de Idanha-a-Nova.

A Feira Raiana possui um papel dinamizador para a economia local, constituindo um pólo de progressiva integração das realidades socioeconómicas das duas regiões que se tocam nesta zona da fronteira de Portugal e Espanha – a Beira Baixa e a Extremadura.

A 23ª edição da Feira Raiana traz a Idanha-a-Nova uma grande mostra dos setores agrícola, animal, agroalimentar, florestal, turístico e cultural, com a participação conjunta de muitos espanhóis e portugueses. Durante os seminários que vão decorrer consecutivamente na Feira Raiana, a alimentação e a sustentabilidade serão o principal tema de debate.

Conheça o programa, a área de expositores, os workshops e os concertos que vão passar pela XXIII Feira Raiana.

A inscrição para expositores pode ser feita aqui.

Para mais informações consulte o site oficial do evento.

No próximo domingo, dia 30 de junho, a Câmara Municipal de Lisboa irá promover mais uma edição do evento sob o mote ” A Rua é Sua”, na Avenida da Liberdade, com o objetivo de proporcionar mais espaço para os cidadãos circularem a pé ou de bicicleta. Como tal, a Avenida da Liberdade estará encerrada à circulação automóvel entre a Rua Alexandre Herculano e os Restauradores, das 11h00 às 19h00.

A iniciativa realiza-se uma vez por mês até final do ano, na Av. da Liberdade ou no Eixo Central, com atividades lúdicas destinadas às famílias, experimentação de veículos, streetfood, mercado bio, feira de artesanato, animação de rua, insufláveis, concertos, jogos tradicionais, entre outras atividades surpresa.

Este domingo poderá contar  com:

  • Aula de Spartan às 11h00
  • Aula de Yoga às 12h00
  • Aula de Ballet Flow às 15h00
  • Oficinas Criativas das 11h30 às 15h00
  • Yoga para crianças das 11h30 às 16h00

Consulte o mapa e mais informações aqui.

Traga a sua família e venha viver a Rua!